14 de fevereiro de 2014

Mostrando um pouco da minha cidade " Itanhaém "


Olá, tchucas e tchucos...
Feliz? Hoje é sexta feira, para algumas pessoas o final-de-semana já esta começando \õ/
Bom espero que a semana de vocês tenham fechado com chave de ouro e que possam aproveitar ao máximo esse final-de-semana.
Hoje quero mostrar um pouco da minha cidade para vocês, o que tem de mais bacana aqui.
Dai vocês me perguntam, mas por que?
Bom, estivesse pensando... quantos lugares lindo a no Brasil e fora também, o triste é que para poder conhecer, além de tempo precisamos de dinheiro, não é?

Então pensei... Poxa seria tão legal se cada blogueiro mostra-se um pouco do lugar aonde moram, conheceríamos os lugares sem precisa sair de casa, e quando tivéssemos condições poderíamos ir a um lugar onde já saberíamos o que teria ali, para nos oferecer.
Bom a minha cidade pode se dizer que é pequena, fica no litoral sul de São Paulo. “Itanhaém” Muitos já conhecem mas outros não.
Bora ver o que podemos tirar de aproveito por aqui?
 
 
 
 
Convento Nossa Senhora da Conceição
 

O Convento Nossa Senhora da Conceição é um registro vivo da história da Cidade e do Brasil. De uma pequena ermida de barro até a igreja erguida em homenagem à padroeira de Itanhaém, o Convento é templo de fé e devoção há mais de 480 anos. É tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e representa um dos bens mais memoráveis do litoral paulista.
 
 
 
No alto do Morro do Itaguaçu, local que hoje abriga o Convento Nossa Senhora da Conceição, foi erguida uma das primeiras edificações da história do Brasil. Provavelmente no mesmo ano de fundação de ‘Conceição de Itanhaém’, em 1532, o povoado deu início à construção de uma pequena capela dedicada a padroeira da nova vila. É considerada uma das primeiras igrejas do Brasil.
Foi também o primeiro templo dedicado a Nossa Senhora da Conceição erguido no País. Na época, o local se tornou um dos principais pontos de peregrinação do Brasil, recebendo romeiros de todas as vilas do litoral paulista, e também da capital, interior e de outros estados.
 
 
 
 
 
Casa de Câmara e Cadeia
 
Importante patrimônio histórico, a Casa de Câmara e Cadeia tem suas origens no processo de colonização da antiga Vila de Nossa Senhora de Conceição. Durante a suposta data de fundação da cidade, já estava ereta, apenas a parte inferior onde funcionava apenas a Cadeia. Em 1561, sofreu sua primeira reforma, quando a parte superior foi ali construída, dentro da paliçada que circundava a então Vila.
 
 
 
 
 
 
A cadeia que ainda hoje existe é um sobrado, a qual foi construída sobre as ruínas da primitiva em 1829. Por economia, ou talvez por amor às tradições, aproveitou-se as paredes então existentes da velha Cadeia - que já tornara-se também Casa da Câmara; e é por tal motivo que vemos hoje esse edifício, em desalinho completo com as outras ruas e com o pátio da Matriz de Sant'Ana, do qual ela ocupava outrora, o centro.
Na direção da antiga rua São Francisco, descendo as escadas do Convento, encontrava-se esta Casa de Câmara. No centro da rua, entre a Casa da Câmara e a Ladeira, erguia-se o Pelourinho
 
 
 
 
 
Igreja Matriz de Sant´Anna
 
No início do povoamento em Conceição de Itanhaém, 1532, seus habitantes edificaram no alto do morro de Itaguaçu, onde está hoje o Convento, uma pequena ermida de "barro" (como se referiam na época das edificações construídas à base de taipa de pilão), dedicada a Nossa Senhora da Conceição. Nela assistiram os padres jesuítas, tendo se destacado a atuação de Leonardo Nunes na doutrinação e apaziguamento dos nativos e colonos, bem como José de Anchieta e o Padre Manoel da Nóbrega.
 
 
 
 
Serviu esta ermida de Matriz até 1639, momento em que deu-se início à edificação de nova matriz, também de barro, dedicada então a Sant'ana. Foi a nova Matriz, porém, edificada abaixo do outeiro em terreno onde estendera-se o povoado (indicação de que o período de insegurança da conquista propriamente dita, sucedera o de assentamento da povoação já assegurado um domínio mais pleno da região).
Não se sabe exatamente quando se deu início à construção da nova Matriz, podendo porém corresponder ao período em que Itanhaém tornou-se cabeça de Capitania (1642 a 1679). O que é certo é que a Igreja estava efetivamente em obras no segundo decênio do século XVIII, momento em que recebe da Fazenda Real, por três anos, "cem mil réis cada ano, para a obra da capela-mor da Igreja da Vila de Conceição".
 
 
Cama de Anchieta
 

A Cama de Anchieta, uma formação rochosa entre o costão da Praia do Sonho e o mar, em Itanhaém, litoral sul de São Paulo,
é um dos pontos turísticos mais visitados da cidade.
Segundo a lenda, por sua semelhança com uma cama, o local tornou-se o preferido do Padre José de Anchieta,
reconhecido por inúmeros milagres no Brasil e no exterior e por ter catequizado diversos índios por todo o litoral paulista.
Era lá que o jesuíta descansava e buscava inspiração para compor seus
poemas e versos durante o período em que viveu na região, no século XVI.    
 
 
 
 
Passarela construída para receber os visitantes
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Reforçando a importância da passagem do beato em território brasileiro, foram colocadas placas de madeira talhada que retratam alguns detalhes de sua vida, a exemplo do período em que catequizou os índios. Entre dezembro/janeiro também acontece uma encenação teatral ao ar livre sobre a aparição da Virgem Santíssima ao Padre José de Anchieta.




Praias – Itanhaém


 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A Praia dos Pescadores
 
localiza-se logo após o Morro do Sapucaitava, de onde é possível o acesso através do costão.

A praia ficou famosa nos anos 70, quando serviu de cenário para as gravações da novela "Mulheres de Areia" que deixou um marco no local através do Monumento do mesmo nome. A escultura foi realizada por Serafim Gonzalez e embeleza o panorama entre a praia e a Ilha das Cabras
 
 



É denominada Praia do Cibratel, a porção da Praia de Peruíbe, no trecho compreendido no bairro que a defronta. Durante toda a extensão da Praia de Peruíbe no município de Itanhaém, popularmente a praia recebe o nome do loteamento em que está localizada a orla (Ex.: Praia do Cibratel, Praia das Gaivotas).

Na região em que é denominada Praia do Cibratel (ou ainda, Praia da Enseada, devido à pequena enseada onde se localiza o Pocinho de Anchieta), encontra-se quiosques, hotel e bares com pequena infraestrutura. Durante todo o ano possui ótima balneabilidade.

Praia de Itanhaém
compreende toda a extensão de 12 quilômetros desde a divisa com o município de Mongaguá até a desembocadura do rio Itanhaém, no centro da cidade. Por ser uma praia longa, com o passar dos tempos recebeu vários nomes, de acordo com o loteamento que a confrontava, ou algum empreendimento de porte instalado nas imediações da orla.

Trata-se de uma das mais belas praias da cidade, possui quiosques em toda a orla e num pequeno trecho é atendida pela Avenida Beira Mar, interrompida pelo grande processo de erosão característico da praia devido à ausência da vegetação que contém a impetuosidade das marés.

A Praia dos Sonhos
possui 800 metros de extensão e é uma das mais famosas praias da cidade. É possível o acesso pelo lado esquerdo à Praia dos Pescadores e do lado direito aos costões rochosos e Cama de Anchieta.

Trata-se de uma praia de estreita faixa de areia, com muro de contenção. É uma praia de ótima balneabilidade e em dias de maré muito baixa é possível o acesso à Ilha das Cabras.






Ilhas - Itanhaém

 

A Ilha Queimada Grande é um local de desembarque proibido. O local é controlado pela Marinha que efetua manutenção no farol. No entanto, o seu entorno é muito frequentado por mergulhadores devido à ótima visibilidade na água e também para visitação aos navios naufragados no Parcel Saco das Bananas, onde encontram-se os navios Tocantins e Rio Negro.

Na ilha há a presença das temidas jararacas-ilhoas de veneno mortal, não sendo possível o acesso à ilha.

A Ilha Queimada Pequena é a parte mais próxima do Continente, na costa litorânea do município de Itanhaém. É formada por duas elevações, sendo a parte maior denominada Ilha Queimada Pequena e a menor como Laje da Noite Escura.

Conta uma lenda, que um artista parisiense chamado Jean Goujon esculpiu várias formas codificadas nas pedras, durante a invasão francesa no século XVI. Embora a Laje da Noite Escura seja formada apenas por rochas e de variados tamanhos e formas, nada obteve-se de concreto sobre a lenda.

Excelente local para mergulho de apreciação






Turismo Fluvial - Itanhaém


O Rio Itanhaém é formado pela junção dos rios Preto, Branco, Aguapeú e muitos afluentes. As principais paisagens naturais que avistamos são os manguezais.

As plantas do mangue, para poderem crescer num solo como esse, tiveram que passar por profundas adaptações; as raízes afundadas no lodo pobre em oxigênio, lançam ramos de volta à superfície para poderem respirar; outras plantas desenvolveram glândulas especiais na base das folhas para eliminar o excesso de sal.

As águas remansosas e tépidas do mangue são ricas em compostos orgânicos que alimentam seres microscópicos: o Plâncton.
Os manguezais são verdadeiros berçários do mar, garantindo alimentação abundante e variada à todas as espécies marinhas que ali vão depositar seus ovos.

Durante a maré baixa, podemos observar nas barrancas, os caranguejos, além das ostras fixadas às raízes das árvores. Os terrenos que vão se tornando mais altos, sofrem menos a ação das águas salobras e já suportam muitas espécies diferentes de vegetais. O solo é pobre em quase toda a planície litorânea que há cerca de cinco mil anos atrás, estava encoberta pelo mar.

O Country Clube localiza-se às margens do rio Itanhaém, no bairro Jardim Coronel. O local possui pequena infra-estrutura, mas é agradável para quem procura calmaria, passeios à cavalo.

Possui também uma pequena praia fluvial. Neste local encontra-se trapiche para barcos, inclusive de barcos turísticos que realizam viagens pelo rio, iniciando pela "Barra" do Itanhaém; cerca de vinte minutos muito agradáveis por um dos afluentes de maior porte do município

 
 

 





Bom pessoal esse foi um pequeno mostruário da minha cidade, espero que tenham gostado e que venham nos visitar, aqueles que já conheciam, voltem sempre ;)
 
 
## Beijokas e até o próximo post’ como mais novidades ;)
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 



 

 
 
 

5 comentários:

  1. Que lugar linnnnnndo!

    Vontade de conhecer! <3

    beijão!

    http://www.elasopensaemmaquiagem.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amiga que lugar aconchegante amei, imagem maravilhosa
    ótimo final de semana
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderExcluir
  3. Já fui pra Itanhaém algumas vezes, da próxima vez que eu voltar vou procurar esses lugares!

    Beijo!

    http://vidadesagitario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi lindona!
    Que lugar maravilhoso, adoraria conhecer.
    Não deixe de me visitar! Aguardo vc por lá.
    Meu Blog: ➥ Plantão da Beleza
    Minha Lojinha de Templates ➥ Lojinha Blog Chic
    Meu Instagram➥@plantaodabeleza

    BeijosssssssssSimara Pink ♥♡♥♡♥♡♥♡♥♡♥♡


    ResponderExcluir
  5. Com toda humildade eu digo, Itanhaém é lindo mesmo meninas...
    Obs: Juh você tem que conhecer mesmo esse lugares, são maravilhosos acho que vai gostar, e o melhor que é tudo pertinho... no centro da cidade você já pode ver a igreja o convento e a cadeia, e as praias também são próximas dali, coisa de minutos apenas.

    ## Bom final de semana lindonas*

    ResponderExcluir